Serventia de Pirapozinho

Serventia Registral de Pirapozinho

 

A instalação da Serventia de Registro de Imóveis, Registro de Títulos e Documentos e Civil das Pessoas Jurídicas se deu no dia 25 de Novembro de 2009. O Oficial Izaias Gomes Ferro Júnior foi funcionário do 6º Tabelionato de Notas de Campo Grande/MS por mais de 21 anos, no período de 1986 a 2007, tendo exercido as funções de auxiliar, escrevente e substituto. Antes já havia trabalhado na mesma serventia notarial dos 10 aos 16 anos de idade. Foi Oficial de Registro Civil das Pessoas Naturais em Lins/SP, aprovado pelo 4º Concurso de Outorga de Delegações pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, e foi aprovado no concurso seguinte (5º), novamente pelo critério de ingresso e na sessão de escolha optou dentre as mais de 40 possibilidades de escolha de comarcas a disposição, pela Comarca de Pirapozinho.

Com a instalação da comarca de Pirapozinho em 2002, o Tabelionato de Notas e Registro Civil das Pessoas Naturais, em face a reestruturação das comarcas no Estado de São Paulo, recebeu a especialidade de Tabelionato de Protestos e na ocasião da instalação, por concurso, do Registro de Imóveis e anexos que viria a ocorrer apenas em 2009, transferiria o acervo do Registro Civil das Pessoas Naturais ao novo titular ficando desta forma as serventias divididas em uma serventia registral e uma notarial no município.

Hoje, portanto, esta serventia registral compõe-se das seguintes especialidades, Registro de Imóveis, Registro de Títulos e Documentos, Registro Civil das Pessoas Jurídicas e Registro Civil das Pessoas Naturais, Interdições e Tutelas.

A comarca de Pirapozinho compreende o município sede, Pirapozinho, e os municípios de Tarabai, Narandiba, Sandovalina, e Estrela do Norte. A população total da comarca é de aproximadamente 40 mil habitantes

A instalação da serventia foi na Rua Francisco Miras, 298, Vila Maria Zélia e iniciou suas atividades com o titular e dois escreventes. Hoje, já emprega oito funcionários.

As instalações são modernas, com digitalização de todas as imagens do Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Pessoa Jurídica. O Registro Civil das Pessoas Naturais está ainda em processo de digitalização e digitação de todo o seu acervo de mais de 73 anos. Foi feito estudo da instalação baseado no modelo de três serventias registrais imobiliárias no Estado, o 8º Registro de Imóveis de São Paulo, o Registro de Imóveis de Araçatuba e o Registro de Imóveis de Piracicaba. As imagens digitalizadas são armazenadas em três diferentes locais, diariamente, atingindo a necessária segurança jurídica com sua armazenagem, inclusive um “Cloud back-up”. No Registro de Títulos e Documentos as imagens, além de digitalizadas, são microfilmadas.